5.9.06

Crónica de uma Namorada de Zélia Gattai

São Paulo... Anos 50...
Geana tem 15 anos... é a tipica adolescente... apaixonada por Beto, bem mais velho, que sempre a viu como a menina da casa e que agora a começa a ver como algo mais...
A história gira em redor da descoberta que Geana faz de si mesma, da sua sexualidade, da sua própria personalidade e daqueles que a rodeiam... desde o Beto (que no fundo não mais queria que aproveitar-se da ingenuidade dela, enchendo-lhe a cabeça de sonhos) ao pai, passando pela Ricardina (a personagem mais divertida do livro) ao Nono (o avô italiano).
Um livro delicioso que nos faz recordar o primeiro amor... a primeira desilusão...
Tem, ainda, a curiosidade de nos mostrar como era a sociedade brasileira da altura... Conservadora, reticente quanto às novidades, mas que se rende à euforia da primeira transmissão de um jogo de futebol,em directo, na TV...
É um livro simples, mas apaixonante... na primeira vez que o li, fiquei "colada" a ele e só adormeci depois de acabar de o ler!!
Mais sobre este livro aqui
Zélia Gattai foi a mulher da vida de Jorge Amado... viveram juntos 50 anos...
Este foi o primeiro livro dela que eu li... e o único de ficção... os outros que li, são autobiográficos e vão desde o "Anarquista, graças a Deus!" que retrata a sua infância, ao "A casa do Rio Vermelho" que fala da sua vida, mais recente, ainda em vida de Jorge Amado.... Gosto, especialmente, do "A Senhora Dona do Baile" que descreve os anos em que o casal Amado viveu exilado na Europa...
Aprecio muito os livros dela... têm uma escrita simples, mas clara e transparente que emociona...
Nunca usou o apelido Amado porque sempre foi uma mulher independente e nunca quis viver "à sombra" do marido... lutando por se destacar por mérito próprio...

1 comentário:

.:Eglezita:. disse...

Achei em um sebo pra comprar e não hesitei!
Livro ótimo!